BRBrasilPolítica

“Vamos chegar aos beneficiários diretos do golpe”, afirma o jurista Kakay

O renomado jurista criminalista Kakay compartilhou suas reflexões em uma entrevista conduzida pelo jornalista Mário Vítor Santos, no programa Forças do Brasil, da TV 247. O foco da discussão foi o progresso das investigações em curso pela Polícia Federal sobre a tentativa de golpe de estado ocorrida em 8 de janeiro de 2023. Kakay enfatizou a qualidade e a profundidade das investigações realizadas pela Polícia Federal, destacando que, após identificar os responsáveis pela invasão dos três poderes e os financiadores do golpe, as investigações avançaram para envolver membros das Forças Armadas, algo que muitos não acreditavam ser possível. Ele mencionou que quatro generais e altos oficiais estão detidos, e que outros militares também estão sendo responsabilizados.

Além disso, Kakay revelou que as investigações estão agora direcionadas aos políticos, com cerca de 17 ou 18 deles sendo mencionados e responsabilizados por seu envolvimento no episódio. Ele ressaltou o objetivo de alcançar os “beneficiários diretos” do golpe, apontando para a família Bolsonaro e outros indivíduos próximos ao poder que não estavam dispostos a renunciar a ele.

Ao discutir as evidências acumuladas durante as investigações, Kakay destacou um vídeo gravado por Mauro Cid em 5 de julho de 2022, evidenciando o material substancial reunido contra os envolvidos no golpe. Por fim, o jurista abordou a questão da possível prisão do ex-presidente Bolsonaro, observando que, embora as evidências contra ele sejam significativas, ele não considera apropriado que o Procurador-Geral da República (PGR) solicite sua prisão neste momento. Ele enfatizou a importância de o processo seguir um ritmo adequado para garantir a justiça e a legalidade em todo o processo.

Fonte: Brasil 247

Imagem: Reprodução

Compartilhar: