DestaqueInternacional

Quatro Suspeitos de Ataque Terrorista a Casa de Shows na Rússia São Detidos, Anuncia Kremlin

Alexander Bortnikov, chefe do Serviço de Segurança Russo (FSB), informou ao presidente Vladimir Putin que 11 pessoas foram detidas em conexão com o ataque ao complexo Crocus, próximo a Moscou, ocorrido na sexta-feira (22), conforme relatado pela mídia estatal russa.

Segundo o Kremlin, os detidos incluem “todos os quatro terroristas diretamente envolvidos no ataque terrorista em Crocus”, de acordo com a TASS e outros veículos de comunicação estatais.

O número de vítimas fatais do ataque aumentou para 93, conforme informado pelo Comitê de Investigação da Rússia. Além disso, cerca de 100 pessoas ficaram feridas quando atiradores invadiram o prédio, armados com armas de fogo e granadas.

Três crianças estão entre os mortos, conforme relatado pela agência estatal RIA, citando o ministério regional da saúde. Além disso, há relatos de que outros suspeitos supostamente fugiram em um carro Renault branco.

O grupo terrorista Estado Islâmico reivindicou a autoria do ataque em um comunicado breve publicado no perfil de notícias do grupo, Amaq, no Telegram, na sexta-feira. No entanto, o grupo não apresentou evidências para respaldar essa afirmação.

Moscou lançou um apelo por doações de sangue após o ataque, com o presidente da Duma da cidade, Alexey Shaposhnikov, solicitando aos moradores de Moscou que doassem sangue para ajudar no tratamento dos feridos. Vários centros de sangue na área de Moscou estão aceitando doações durante o fim de semana.

Shaman, vocalista da banda Picnic, que estava programada para se apresentar no Crocus City Hall no dia do ataque, anunciou que pagará pelos funerais das vítimas e pelo tratamento dos feridos. Em um vídeo publicado na rede social russa Vkontakte, ele expressou solidariedade às vítimas e destacou a resiliência do povo russo diante dos desafios.

(Fonte: Adaptação de CNN Brasil)

(Imagem: Reprodução)

Compartilhar: