Saúde

Revolução no Diagnóstico: Biópsia Líquida no Sistema de Saúde Britânico

Milhares de pacientes na Inglaterra agora têm a chance de um acesso precoce a tratamentos específicos para o câncer de pulmão, graças a um exame de sangue inovador chamado biópsia líquida. Essa técnica procura variações genéticas que auxiliam os médicos na tomada de decisões sobre o tratamento, podendo levar a terapias mais eficazes com menos efeitos colaterais.

A britânica Kat Robinson, de 33 anos, é um exemplo vívido dessa revolução no tratamento do câncer. Após um diagnóstico devastador, ela teve a oportunidade de tomar comprimidos em casa, em vez de passar por radioterapia e quimioterapia no hospital. Essa mudança significou mais tempo com sua filha Paige e a esperança de uma vida prolongada.

O teste de biópsia líquida, ainda pouco difundido no sistema de saúde britânico, revelou que o câncer de Kat era impulsionado por uma mutação genética específica, tornando-a uma candidata ideal para um tratamento direcionado com o medicamento brigatinibe. Esse tipo de terapia, administrado em forma de comprimido, oferece uma alternativa mais suave e eficaz em comparação com a quimioterapia tradicional.

O Sistema de Saúde Britânico (NHS) planeja expandir o uso desse exame revolucionário para outros 10 mil pacientes com suspeita de câncer de pulmão ao longo do próximo ano. O objetivo é oferecer acesso mais rápido a tratamentos personalizados e melhorar os resultados para os pacientes.

Além do câncer de pulmão, a biópsia líquida também está sendo explorada para outros tipos de câncer, prometendo uma intervenção precoce e terapias mais eficazes. Com avanços contínuos nessa área, o futuro da medicina diagnóstica está se tornando cada vez mais promissor.

Fonte: BBC News Brasil

Compartilhar: