BRDestaquePolicial

Delação de Ronnie Lessa foi crucial para captura dos suspeitos do assassinato de Marielle

A delação de Ronnie Lessa, já homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF), foi um elemento determinante para a prisão dos suspeitos de terem ordenado o assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e do motorista Anderson Gomes em 2018.

Ronnie Lessa, ex-policial militar e suposto executor do crime, está detido após ter firmado um acordo de delação com a Polícia Federal, revelado pelo ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski.

De acordo com fontes próximas aos policiais que conduzem o inquérito, a delação foi crucial, somando-se a outros elementos coletados na investigação. Os investigadores conseguiram confirmar indícios já existentes no inquérito e fechar as lacunas, graças à colaboração de Ronnie Lessa.

A operação deste domingo recebeu o nome de “Murder Inc.”, fazendo alusão a uma associação do crime organizado que atuava como braço armado de execuções a serviço das máfias de Nova York nos anos 1930.

Fonte: g1

Compartilhar: