BRBrasilDestaquePolítica

Bolsonaro Buscou Refúgio na Embaixada da Hungria Após Operação da Polícia Federal

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) permaneceu por duas noites na embaixada da Hungria em Brasília, entre os dias 12 e 14 de fevereiro, após ser alvo de uma operação da Polícia Federal relacionada a uma suposta tentativa de golpe de Estado ocorrida em 8 de fevereiro.

A informação foi divulgada pelo jornal “The New York Times” nesta segunda-feira (25). Durante a operação, o passaporte do ex-presidente foi apreendido em seu escritório na sede do PL, e dois ex-assessores de Bolsonaro foram presos.

Câmeras de segurança registraram a entrada de Bolsonaro na embaixada da Hungria, localizada na parte Sul de Brasília, quatro dias após a operação. Ele estava acompanhado por seguranças, pelo embaixador húngaro no Brasil e por outros membros da equipe diplomática.

Segundo o “NYT”, Bolsonaro não poderia ser preso em uma embaixada estrangeira, pois esses locais estão fora da área de jurisdição das autoridades locais. A estadia na embaixada sugere que Bolsonaro buscava evitar a justiça brasileira e possíveis desdobramentos das investigações, possivelmente contando com a amizade que tem com o primeiro-ministro húngaro, Viktor Orban.

(Fonte: Adaptação de Fonte 83)

(Imagem: Reprodução)

Compartilhar: