EconomiaInternacional

Brasil e Argentina Realizarão Primeira Reunião para Discutir Comércio Durante Governo Milei

Os secretários Pablo Lavigne e Tatiana Prazeres têm um encontro marcado na próxima semana, em Buenos Aires, para discutir questões comerciais entre o Brasil e a Argentina sob o governo ultraliberal de Javier Milei.

As exportações brasileiras para a Argentina registraram uma queda de 28% no primeiro trimestre deste ano em comparação com o mesmo período do ano passado, refletindo os desafios econômicos enfrentados pelo país vizinho após as mudanças implementadas pelo governo Milei. Apesar disso, a Argentina continua sendo o quarto maior mercado para produtos brasileiros, ficando atrás apenas da China, dos Estados Unidos e da União Europeia.

A secretária de Comércio Exterior, Tatiana Prazeres, destacou que é esperada uma diminuição nas exportações para a Argentina devido às dificuldades econômicas enfrentadas pelo país. Ela expressou otimismo em relação aos esforços do governo Milei em eliminar barreiras comerciais e licenças especiais para importações, porém ressaltou as incertezas cambiais decorrentes do novo arranjo implementado pelo Banco Central argentino.

Tatiana Prazeres também mencionou que não está prevista a implementação de novas linhas de crédito ou mecanismos de financiamento para apoiar o comércio bilateral entre os dois países. Em vez disso, o foco será em ajustar as políticas existentes para promover um ambiente comercial mais favorável.

Compartilhar: